Detalhes Divertidos da Vida em São Paulo-PARTE 1

Não sei, se por sorte ou por azar, hoje, eu sou o que muitos chamam de… de… Bom, de motorista vai!! Fazer o quê? Sendo boa ou ruim, assim como a grande maioria que me acompanha todos os dias ao escritório.

Eu sou obrigatoriamente, legalmente, uma motorista!

Ultimamente, de casa para o trabalho e do trabalho para casa, tenho aprendido a analisar situações que nunca antes se fizeram importantes para o meu ponto de vista, mas que eu aprendi a analisar até mesmo por se tornarem não só parte do meu cotidiano, mas também do meu comportamento.

Não vou listá-las para que não ocorra motivo para deixarmos esta conversa maçante, e com “carinha” de manifesto de adolescente sobre virgindade, como: ”Por quais motivos eu sou ou não virgem?”. Mas pretendo expôr alguns pontos que eu tenho observado, pretendo relatá-los de maneira organizada, e por ordem de acontecimentos, seguidos do meu humilde posicionamento. Pode ser? Me acompanha? So, let’s go!

Existe algum motivo, escrito em algum lugar ou algum tipo de orientação familiar, que faça com que as pessoas limpem o nariz no trânsito? Interessante como isso sempre soa como familiar, eu mesma faço isso, de maneira discreta, é claro, assim como as outras moças que param com o carro ao meu lado nos faróis da Av. Paulista. Mas intrigante mesmo foi uma cena de um carro ao lado, onde pai, mãe e filho, executavam uma tremenda limpeza nas narinas, um olhando para cada lado dos vidros. Percebi que quando se está ao lado de dentro, se tem a leve impressão de que o mundo todo está dormindo, ou desmaiado, sei lá…

Como é possível, mulheres que possuem uma ou nenhuma gota de coragem para grandes manobras no transito, com pouca ou nenhuma capacidade para efetuar balizas, ou dirigir muito tempo em marcha ré, conseguem com toda a propriedade delinear os olhos com precisão, levantar os cílios com rimel cremoso sem derrubar uma gota, e o mais interessante que eu já vi até hoje, depilar as sobrancelhas com o carro em movimento? Nesse ponto eu sou bem sincera, são poucas as vezes em que eu faço, mesmo porque o meu histórico não é muito bom, esses dias eu consegui pintar as unhas no volante, e sem querer quase quebrei os dentes da frente, no mesmo…

Seguindo o raciocínio acima, tenho também o seguinte questionamento: Como é possível, ler e dirigir ao mesmo tempo? Essa é fenomenal, não é? Com a minha pouca experiência se torna quase impossível olhar muito para os lados no momento em que estou dirigindo, mas já flagrei um homem que me causou inveja ao demonstrar tremenda habilidade com isso!! Dirigindo à 60 km/h e lendo o jornalzinho de futebol! Mestre, né?

Por último, e esse sim, não deve ser visto como comentário, deve ser encarado como crítica, das mais duras, manifesto dos mais provocativos, (quem vê, pensa que muda algo…), e dessa vez ouso expôr até mesmo a minha personalidade carimástica para escrever.

Qual treinamento corporal ou condicionamento físico os ciclistas de Sampa fizeram? Gente… O povo se acha forte de mais, se joga no meio dos carros, discute, não com o motorista, mas com o próprio ônibus em movimento, será algum tipo de “Transformer”, com jeitinho de bicicleta?? Não quero ser vista como alguém contra movimentos ativistas, muito pelo contrário, se eu soubesse andar de bicicleta, provavelmente o faria, todos os finais de semana e feriados! Todos os finais de semana e feriados, e não, todos os dias no trânsito xuxu beleza que, geralmente quem mora em cidade grande conhece.

Mas cá pra nós. Não existe absurdo maior do que tentar entrar em um circuito sem estrutura para todos que lá estão, certo?

Amo Sampa, do fundo do meu coração, amo as luzes, os bares, a boemia, as pessoas… Mas não vem com papo de que “unidos venceremos”, por que se nos unirmos na frente de um caminhão em movimento e estivermos de bicicleta, a maior conquista será a de quem tiver só um hematoma.

E não esquenta! Quem não sabe dirigir muito bem, assim como eu, tem o consolo de saber que muita gente também não sabe, e estão lá com super cara de pau, em todos os lugares que têm carro andando e parado também.

Imagem

Isso aí galera!!! Até o próximo café!

Eva Melik escreve neste blog as terças feiras, mas o WordPress não foi com a cara dela e ainda não permitiu que ela respondesse ao convite para escrever neste luxurioso blog. Aguardemos.

One thought on “Detalhes Divertidos da Vida em São Paulo-PARTE 1

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s