Você é feia.

Desculpem-me, moças, mas tenho certeza que vocês são feias. TODAS.
Sabe como é, somos brasileiras, acaba misturando aqui e ali e nascendo um olho junto demais, talvez um nariz um tanto grande (se não meio torto, como o meu), lábios muito grossos ou finos, sobrancelhas grossas demais, retas demais, arqueadas demais, longas demais ou finas demais. Não não, você não pode ser bonita assim.
E sabem o porquê? Porque “as pesquisas dizem”… (e na minha cabeça soa aquele eco do início de histórias de suspense B, com letras verdes gosmentas).

Sim, as pesquisas me assustam. Os pesquisadores também. Já os resultados, nesse caso nem tanto.
Deparei-me com a foto do rosto mais perfeito. De uma mulher. Da Grã-Bretanha. Poderia jurar inclusive que a usaram para fazer o molde da Barbie – a boneca de plástico loira com bastante peito e sem bunda ou órgãos genitais que vive de ir ao shopping com as amigas – ou vice-versa.

Fibonacci face

A Sra. Rosto-Perfeito Florence Colgate (mais alguém releu o nome para ter certeza? A imagino como uma mistura de Florence and The Machine com o Sorriso-Colgate! o.O ) reúne os atributos matemáticos (é!), usando a tal sequencia do Fibonacci – famosa de livros de suspense a concursos de Miss Universo – e outros bla-bla-blás numéricos para caracterizar um rosto humano perfeito – não vou repetí-los aqui por não ser fã de matemática e não querer ver ninguém medindo a própria carinha linda.
Será possível então haver beleza fora da perfeição geométrica?

Não sei quantas têm filhos e o meu ainda não nasceu, mas certamente aquela cabeça grande, de formato estranho e sem cabelo, aquela cara inchada e vermelha, olhos apertados, nariz de batatinha e sem percoço serão a proporção perfeita para o ser humano mais lindo, perfeito e agradável ao olhar do mundo inteiro, da Grã-Bretanha ao Vietnã. E não há discussão. E não há mãe que discorde. E não há raio que justifique.
Na realidade, o raio que o parta.

Meu filho será o MAIS PERFEITO. Assim como o de TODAS outras mães. 🙂


Se o mundo realmente se preocupa tanto com a precisão da beleza humana, não é aí que quero encontrar beleza. É no sorriso sincero, não necessariamente simétrico, que reside o que há de belo em ser você.

Não sei quem surgiu primeiro, Srta. Colgate ou a Barbie, o padrão de consumo  natural de beleza aos olhos humanos ou a pesquisa que o justifica, sei apenas que para mim – e espero que para mais alguém! – seria impossível escolher um rosto perfeito, pois não existe um sequer em que não haja alguma perfeição.

2 thoughts on “Você é feia.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s