Coisinhas de Mulherzinhas


Saindo um pouco, da série: Detalhes Divertidos da Vida em São Paulo (mas só um pouco, porque isso causa saudade!!), resolvi tratar sobre um assunto um pouco mais intenso, e quem sabe, posso dizer também, um pouco mais parecido comigo. Não sei se a abordagem agrada, mas posso tentar, de uma forma indolor, ou pelo o menos com baixo impacto, é claro.
Se não é de conhecimento de todos, creio que possa me apresentar como uma eterna analista do comportamento humano, de forma que, me agrada, expôr meus comentários sobre o que eu vejo, escuto, participo, etc e tal…Mas engana-se quem pensa que tento passar por um maldito psicólogo, buscando explicações freudianas ou bláblázianas para tentar entender porque se faz ou não alguma besteira.
O fato é que, mantenho contato, mesmo por trabalho, com homens e mulheres, o que me tem trazido tremenda dor de cabeça, devido ao fato de escutar as opiniões de ambos os sexos. E não sei se por azar ou sorte, percebo que a falta de conhecimento dos dois lados, os obriga á acreditar em tantas baboseiras, que acabam travando uma verdadeira Guerra Fria ( de carater sexual, ou comportamental), apenas por não aceitarem suas próprias indecisões.

Hoje, exerço duas profissões, na maior parte do tempo, atuo como Analista em departamento de finanças, que é o que paga contas (diga-se de passagem) e na outra parte trabalho como professora de dança, que não vem ao caso agora, dizer a categoria. As duas profissões me satisfazem, em uma existe uma pessoa sóbria, discreta e até certo ponto, masculina, por sempre me obrigarem á dividir meu espaço com garotos, meninos, rapazes e afins; e do outro uma “guria”, engraçada e rítmica e mulherzinha com alunas meigas, maldosas, sensíveis, arrogantes; e alegres.Mas as duas pessoas lidam com a dor e a delícia, de ouvir o que um lado diz do outro, com relação á comportamento e relacionamento.
Perguntei-me muitas vezes, o motivo da ala masculina traçar tantos perfis para a mulherada á ponto de escolher como parceira,a personalidade feminina que menos temos de bom, a de ser bonitinha, dodóizinha, princesinha e nunquinha falar o que pensa e nem fazer o que se sente vontade, e descobri infelizmente, que nós mesmas, trouxemos essa idéia á tona, fizemos isso acontecer! Desde tempos imemoriais, quando o machinho percebeu que força era nosso fraco; e que para todos comerem ele seria o cara, que ia lá, jogava uma pedra no bicho e fazia um belo de um churrasco e acabava conquistando a fêmeazinha indefesa.
Hoje em dia, a situação mudou um pouco, o único “bicho” que um homem precisa eliminar para conquistar uma mulher, é barata, e mesmo assim existem inúmeras outras saídas, que o bonitão pode usar para não precisar investir golpes de chinelo no animal. Mulher nenhuma precisa depender de homem nenhum para sobreviver, queimamos sutiãs, podemos votar, dirigir, fazer inseminação artificial e mais um monte de coisa bacana que a mulherada fez.
Por outro lado, ainda percebo que se faz necessária a presença masculina! Mas a presença masculina, máscula, forte, grosseira, que briga com a infeliz e não permite que a mesma tenha amigas, nem que fale besteira, nem que seja mandona, nem fale palavrão, nem que tenha amigas que falem palavrões.
Pode isso???Que raio de necessidade primitiva é essa?? A impressão que eu tive, quando vi a mulherada, queimanda sutião, indo pra Lua, pulando de paraquedas foi de que na linha do tempo, muitas coisas mudaram, melhoraram!

Mas por outro lado sobrou uma besteirinha, que resolvi nomear de “cultura popular”, que é como se fosse o cheiro da babaquice feminina que veio dos primórdios para o nosso tempo, só pra deixar a mulherada achando que se não for mulherzinha, bobinha, vai morrer sem casar, e morrer sem casar é proibido, claro!(ironia) E acaba se envolvendo com o primeiro pescoçudo que aparece, doidinho para ter algo pra mostrar que é dele.
Não quero que me entendam como uma mulher que defende os homens, mas penso que; num mundo onde mulheres são presidentes, de empresas, presidentes de países, líderes revolucionárias, e etc., o pobre rapaz, que sempre teve o controle na mão, não tem saída, á não ser apegar-se á primeira menção de feminina desprotegida e indefesa que restou no mundo, para simplesmente poder mostrar que ainda é capaz de mandar em alguém.
Galera, concordando ou não, é isso o que eu penso, não sou contra nada do mundo feminino, nem do mundo masculino, mas a verdade tem que ser dita!
Até o próximo café galera!!!Já que cerveja engorda e se eu engordar fica difícil de casar.

3 thoughts on “Coisinhas de Mulherzinhas

  1. Hahaha!
    Adorei o texto!
    As mulheres evoluíram muito nesse sentido, mas realmente ainda tem uma massa masculina muito grande que ainda escolhe as “perfeitinhas” para manter um relacionamento sério e acredito eu que isto está plenamente ligado à uma criação retrógrada que ainda é e será passada de pai para filho. Eu acho que se as mães investirem mais tempo educando seus filhos como homens gentis, teremos menos brucutus no mundo daqui pra frente.
    Adorei o blog! Parabéns!😉

  2. Em uma época que estamos falando de ciencia quântica, o mundo é um pontinho dentro do infinito do universo, e em que o nosso planeta Terra está em plena mudança…até de eixo…penso que já estamos numa época que temos que evoluir como Seres Humanos…homem ou mulher…entender melhor a nossa fórmula humana e toda a energia que nos dá a vida! Compartilhar , entender, ser companheiro, se encantar, se enamorar, e acima de tudo se respeitar…pode ser um passo a frente para o entendimento melhor para cada um de nós: homens ou mulheres!! não acham?

  3. Pois é Nuish!!IIrrita tanto ver que esse negócio de mulher perfeitinha ainda cola!!Justamente isso, criação retrógrada, coisa de povo que não cresce, quando estamos quase lá, temos que dar alguna passos pra trás por conta dos “valores” que nunca serão esquecidos…Obrigada!!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s