What fabric dreams are made of?

Tá, vamos falar sobre filmes de novo. E agora, sobre um dos filmes mais fantásticos que eu vi, nos últimos tempos. Não é um filme novo, mas é um que me tocou MUITO: Sucker Punch.

Foi dirigido e escrito por Zack Snyder, aquele do 300 e do Watchmen. Alguns diriam que ele conseguiu estragar ambos, mas eu discordo: o cara sabe fazer bons filmes. O lance é que os dois já vinham de obras de HQ MUITO populares e com fãs xiitas. Pra linguagem de Cinema, algumas alterações eram necessárias (outras nem tanto), mas o negócio do cinema é fazer dinheiro, não satisfazer necessidades de fãs. Whatever… Sucker Punch foi outra experiência, já que não tinha um roteiro pronto, não era uma estória conhecida, embora tenha uma influência MUITO grande tanto de HQ como de Mangá. Se você leu ou lê mangás ou HQs, vai notar ao ver o filme.

O filme conta a estória de uma garota, que usa o nome Babydoll. A curiosidade maior não é o nome em si, mas todos os personagens da estória usarem “codinomes”. Na minha opinião, apenas pra reforçar a questão de que todos eles são arquétipos, que qualquer estória caberia em qualquer um deles. Até porque, com exceção da protagonista, jamais fica muito claro a estória de qualquer um dos personagens. Eles apenas SÃO, não tem um passado claro. O que é bom, porque o filme não fica enchendo lingüiça com flashbacks ou estórias que não mudam nada no roteiro.

Enfim, Babydoll: ela e a irmã perdem a mãe, por uma doença não identificada, mas possivelmente causada pelo padrasto, que imediatamente quer abrir o testamento. E ele vê que tudo ficou para as duas filhas. Tudo isso, são as primeiras cenas do filme, tudo em flashback, com uma das mais lindas versões de “Sweet Dreams(are made of this)” que eu já ouvi. (Aliás, FODÁSTICA a trilha sonora desse filme) E ele não fica satisfeito, e quer dar cabo das duas… Pra não ficar longo demais, o fato é que rola um acidente, e a Babydoll mata a própria irmã e ferindo o padrasto. O mesmo resolve mandar ela pra uma instituição, que é um hospício, e não é no sentido figurado.

Aí é que começa a estória, pra valer… E é aí que o filme começa a ficar FOOODDDDAAAAA.

Porque nesse momento, começa a fantasia da Babydoll. É uma coisa que todos nós fazemos: buscar enxergar certas coisas de outra forma, para que a realidade não seja tão dura.Ela enxerga todo o hospital como um cabaret, e ela é uma nova “menina” do lugar, cuidando da limpeza, mas logo o “dono” vai vender a virgindade dela pra algum tarado cheio de grana. Que acaba se tornando um personagem interessante. Não posso falar muita coisa pra não fazer spoilers demais.

Mas ela precisa escapar do lugar, e pra isso começa uma luta/busca pelas ferramentas que vão ajudar ela a alcançar isso. E ainda vai ter a ajuda das outras meninas pra conseguir tudo. Sweet Pea, Rocket, Blondie (que é morena😛 ) e Amber. E de um senhor não identificado (não mesmo, nem o IMDB tem o nome do personagem, aparece só “Wise man” :/).

E novamente, ela sai da realidade. Em cada item que elas vão buscar.

O desenrolar da estória é fantástico, todas as conseqüências de cada coisa que ela e as meninas fazem, as reviravoltas, as armadilhas… E as cenas de ação, me desculpem os cabeções que preferem filmes profundos, são obras de ARTE.

Não dá pra ficar falando sem estragar tudo. Mas assim… A estória é até bem bobinha. Mas a forma como é contada, é MÁGICA. Você se apaixona pelo filme, pelas personagens, pelas cenas de ação, e pelo discurso TODO do filme, que eu não vou estragar. E especial atenção ao discurso final do filme, feito pela Sweet Pea. Não tem como não se emocionar. Não se sentir Babydoll por um momento que seja. É um filme pra ver sempre, e não esquecer do que ele diz.

“If you don’t stand for something, you’ll fall for anything!”

Pra quem não viu, o trailer aqui.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s