Mês do mimimi- Texto 2: Roupas

Ok… vamos dar continuidade ao mês do mimimi, semana 2.

Bom, hoje eu vou falar de um item muito básico, presente na vida de todo mundo, em quase todos os momentos: a roupa.

Praticamente todos os dias saem matérias e editoriais de moda nas revistas, dando indicações do que fica legal com o que, falando das tendências para as próximas estações, cores, estampas, modelos, enfim… Tudo pra ajudar as pessoas a se vestirem melhor e ficarem mais bonitas. Obviamente, o foco desses editoriais são as mulheres, normalmente ávidas por pecinhas novas no guarda-roupa. Tá certo que algumas das peças mostradas são caras pra car@lho, mas existem alternativas em conta para as peças mostradas nas revistas.

É de bom tom usar peças de roupa/estampa/cores que favoreçam o tipo de corpo de quem as veste, realçando as qualidades e escondendo os defeitos, mas não é bem isso o que vemos por aí.

Eu tenho vontade de furar meus olhos e bater na pessoa toda vez que eu vejo uma GORDA usando calça cintura baixa, e uma blusa mais curta. Aí a candanga sente que a barriguinha (oi, eufemismo) está aparecendo, e faz o que? Abaixa a porcaria da blusa, porque a calça não sobe! Aí eu me pergunto: essa pessoa tem bom senso? Ela tem noção do corpo que tem? Ela não se sente desconfortável com a vestimenta que mostra o que ela devia esconder? De longe nota-se que não! E essa visão dos infernos se veste desse jeito porque quer estar na moda, porque viu a artista da TV usando uma combinação parecida… Ah, Vá fornecer suas partes para um equino! (um adendo: normalmente quem se veste desse jeito não tem muitas po$$e$, mas na maior parte do tempo é pura falta de senso estético)

Não basta usar calça baixa. Tem que colocar um cinto pra apertar mais. (Nota: foto tirada no metrô por mim)

Não é difícil encontrar roupas que caiam bem por um preço bom. No Brás e no Bom Retiro tem uma diversidade imensa de lojas cujas roupas são baratas e lindas! Pra todo tipo de corpo. Não importando o tamanho que você veste. E não custa também escolher direitinho o que você vai vestir. Se vestir no escuro, ou correndo porque você está atrasada pra sair não colabora. Aí você coloca uma calça abóbora, com uma blusa verde flúor, acha que tá linda, e na verdade está parecendo um cenourão…

E o mais legal disso tudo é que mesmo as revistas encontradas em sala de espera/salão de cabeleireiro possuem uma pequena parte sobre moda, mostrando peças que possuem valor acessível, e são facilmente encontradas em lojas de departamento.

O mais importante disso tudo é ter consciência de suas formas, e saber o que cai bem, independente do tamanho da sua roupa (INSISTO), ou deixa os outros ao seu redor querendo furar os próprios olhos.

Por um Brasil com melhor senso…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s