Conto que não é de fadas – Parte 2

Parte 1 AQUI

O interior da casa é naturalmente escuro e com uns poucos móveis. Mesa, cadeiras, armários, uma poltrona em frente à lareira, cama, cortinas, e um carpete verde. Na poltrona, ele está sentado.

-Boa noite Ruby. Chegou cedo.
-Isso é problema pra você?
-De jeito nenhum! Você aparenta estar ansiosa.
-Estou de um jeito que mal posso me conter!
-Então para que esperar mais?

—–******——–
Se falaram durante dias. E saíram durante dias. Cada ligação e passeio os deixavam mais conectados. Encontravam-se de dia e de noite. Os encontros avançavam cada vez mais. As conversas se transformaram em beijos, que se transformaram em mãos, que se transformaram em fogo.
Ambos com a vontade ficando mais à flor da pele.
Ela perguntou se poderia ir à casa dele. Ele disse que sim. Combinaram para dali duas noites, quando a lua não estivesse mais na fase minguante.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s