PROIBIDO PARA MENORES DE 18 ANOS-Sexo Falado

Durante as minhas infindáveis pesquisas afim de descobrir mais sobre o mundo sexual, sem querer, acabei entrando num assunto complicado em um outro blog(que aqui não terá seu nome divulgado, visando não facilitar nada para a concorrência), onde uma moçoila questionava o moderador, se de fato era “legal” que ela falasse durante o sexo com o namorado, mesmo que ela tenha perdido a virgindade   há pouco tempo, porque corria o risco de ele achar que ela já estava muito safada. E, se fosse possível, responder  também, o que poderia ser dito, nessas horas.

Image

O que mais será que esse povo tem pra perguntar?Hein?!?Hein?1?

 

A resposta que veio não foi muito convincente, por isso ela não entrará na nossa conversa, sendo assim, segue o que eu penso com relação á isso, com direito á todo o meu vocabulário sujo e minhas avacalhações (!!!!).

Pra começar, nem adianta colocar na cabeça essa idéia sobre o que esse ou aquele vai pensar ou não. Porque quando se trata de sexo, o mínimo que se pode fazer é se concentrar no que está sendo feito e não no depois, certo?

Beleza! Entendido essa parte, podemos passar para a outra! Que é simplesmente entender que existe pergunta que nem merece resposta! Como eu posso te dizer o que deve ser dito na hora da sua transa? Como eu posso saber o que teu homem gosta?

Gente! Duas coisas devem ficar claras, se você quiser lançar um “baby, I love you”, nessas horas, então o foco é outro.  O que eu penso agora é nas sacanagens que a gente pode falar.

Primeiramente, tem que rolar aquele lance de intimidade, pra você poder entender se o parceiro ou parceira curtem a parada de falação no ouvido durante o rala e rola, porque certamente que existem pessoas que preferem o sexo silencioso, onde só se houve a respiração agitada um do outro. Isso, é algo que pra implantar qualquer inovação sexual, tem que ser observado primeiramente, conheça-se e conheça o outro.

Tá bacana! Meu amorzinho curte ouvir uma sacanagem, mas e agora? Eu vou dizer o quê??

Eu poderia, informar que você tem que dizer o que você quiser, mas vai que quem tá lendo, é alguém que não manja muito do assunto, eu sei que a possibilidade de sair uma caca, é muito grande. Então minha gente, vamos estudar o que existe nesse universo de palavras.

Diga o que você quer que aconteça- Muito bacana! Se o parceiro não tá representando, essa é uma dica boa, dê as dicas pra ele! Ahá! ! ! “Amor, pega sua boquinha e coloca no meu…Ombro?” (!!!!). Que seja, poderia ser em qualquer lugar, mas isso excita o parceiro, tanto ele como ela, e cria uma coisa mais descontraída na transa, só não vale se achar o diretor de empresa estressado e achar que pode mandar! Vai que alguém se ofende, aí já viu…

  Crie fantasias– É “mara” quando transamos com alguém que já está por dentro do nosso babado, já sabe o que a gente gosta, o que a gente quer, isso é fato. Com esse tipo de gente, não teremos vergonha de inventar as fantasias mais bizarras possíveis, porque já vai estar no pacote, e pode até ficar uma transa completamente recreativa, mas se você não tem essa intimidade ainda, vale muito a pena tomar cuidado com o que você vai inventar, coisas estranhas do tipo “Vem!Tarzan! Me come que eu sou a Jane!”, corre o sério risco de ficar ridículo, então pra não acabar afastando alguém antes da pessoa chegar, faça o favor de se comportar e inventar essas bizarrices aos poucos.

Me lembro bem, de uma passagem minha, quando, em uma dessas baladas de pessoas duvidosas, eu me atraquei com um carinha todo gostosinho. Tão gostosinho e tão estranho que me fez chorar de rir. O cara dizia coisas assim”Vai gata! Passa a mão na lâmpada do Alladim, pra você ver o gênio aparecer!” Bizarro pacas, né?

Xingamentos- Essa é a parte mais complexa e ao mesmo tempo engraçada desse assunto, diferir palavras negativas contra o outro, desde que o mundo é mundo, foi motivo de briga, mas na hora do sexo, a galera curte. O ser humano é estranho, fato! Mas já que se gosta disso, vale tentar ofender de levinho, usando ‘nominhos’ não tão abusivos, para as mulheres temos:cachorra, vadia, puta, safada, que mais? Todos os nomes que podem ofender a nossa moral, não sei, mas é isso. Para os homens temos:Bandido, safado,  moleque. É complicado, na hora do sexo, a sensação de proibição é o que pega, por isso algumas mulheres gostam tanto de serem chamadas de vadias, geralmente as que não são gostam um pouco mais…Para os meninos, não tem muito o que dizer, por que não tem tantas palavras que podemos usar sem ofendê-los, vai chamar o cara de corno?Não né!

Outra coisa engraçada, é quando a garota começa á gritar horrores pedindo pra ser xingada…É…Super tenso, de repente aparecem coisas do tipo, “ME xinga, me xinga, seu safado”, e o máximo que vai sair da boca do coitado é “Tá bom sua doida! Otária!Desequilibrada!” Isso é tenso…

Narração- Isso tem pouco pra ser dito, tem gente que curte dizer tudo o que está acontecendo no momento,sei lá viu..

É assim gente! Como sempre, eu digo que tem mais coisas desse assunto para serem ditas, mas vou deixar pra uma outra hora.

Até o próximo café, galera!

 

               

 

 Image

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s