Faz tempo

Faz tempo que não tomamos chuva.
Faz tempo que a menina mão corre.
Faz tempo que o menino não joga.
Faz tempo que o moço não sorri,
E que a moça não chora.
Faz tempo que não nos falamos.
Faz tempo que a menina não pisca.
Faz tempo que o menino não gargalha.
Faz tempo que o moço não fala,
E que a moça não responde.
Faz tempo que não vemos o sol nascer.
Faz tempo que a menina não lê.
Faz tempo que o menino não escala.
Faz tempo que o moço não abre a porta,
E que a moça o espera.
Faz tempo que muitas coisas não acontecem.
Faz tanto tempo que deixaram de existir.
E tempo que não se tem mais.
Tempo que se viveu.
E morreu.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s